Lixo e natureza se contrastam na primeira exposição do ano do Quintana



Com o objetivo de manter em atividade as ações de conscientização cultural e de sustentabilidade, o Quintana Gastronomia inicia 2018 com o assunto em evidência por meio da primeira exposição do ano. Em “Resíduo Persistente”, assinada por Maria Cecília Tucunduva, a artista questiona os valores do artificial, e a necessidade de utilizar materiais muitas vezes desnecessários ao invés de se aproveitar dos presentes do meio ambiente. A abertura oficial acontece na quarta-feira, dia 31 de janeiro, no bar gastronômico do Quintana, das 17 às 22 horas.

“Para esta exposição, a artista foca na questão do lixo gerado e na poluição e contaminação causada pelos resíduos deixados nos solos e nas águas, e incentiva a se repensar questões de responsabilidade”, define Birgitte Tümmler, que assina a curadoria artística do Quintana. “2018 é o ano da ação individual e coletiva anti-lixo, e Maria Cecilia Tucunduva é nossa artista parceira que abre a agenda artística anual do Quintana Gastronomia”, finaliza.

Entre os artistas previstos para expor no espaço neste ano estão Simon Thompson, Carolina Bertsch, Denis Simonovich, Juliana Bollini, Doralice Araújo, Marcia Széliga, Nicole Giller, Rodney Rauth, Sandra Kuniwake e Susana Goyenetche. O trabalho dá continuidade a mais de nove anos de fomento a ações culturais e sustentáveis em meio à gastronomia, com o objetivo de sensibilizar clientes, amigos e parceiros com estímulos sensoriais.

Serviço: “Resíduo Persistente”, por Maria Cecília Tucunduva. Em cartaz entre 31 de janeiro até 6 de março. Abertura quarta-feira, 31 de janeiro, das 17 às 22 horas. No Amado, bar gastronômico do Quintana – Av. do Batel, 1440 – Batel – Curitiba. Informações e reservas: (41) 3078-6044 e (41) 3078-8944. www.quintanagastronomia.com.br.